MeAdiciona o seu perfil publico


Perfil publico no MeAdicina, permite adicionar os seus vários sítios, ideal para colocar os links dos seus sites, Twitter, facebook, flickr, YouTube, ou outros.

Pode criar diversos grupos, de forma a mostrar os links que pretender a cada grupo.

Em termos de design tem bastante a evoluir, ainda assim tem uma utilidade interessante.

Powered by ScribeFire.

CERN: Falha no arranque da nova experiência com o acelerador de partículas resolvida

Falha no arranque da nova experiência com o acelerador de partículas resolvida

ciência

Os cientistas europeus detetaram e resolveram o problema técnico que impediu hoje o reinício da experiência
com o acelerador de partículas do CERN – Laboratório Europeu de Física de Partículas.

Toda a experiência pode ser acompanhada em directo aqui.

Segundo Gaspar Barreira, do LIP – Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas, tratou-se de “um problema de proteção e não da máquina, que já está resolvido”, esperando-se que a experiência possa arrancar até às 10h00.

José Carlos Silva explicou à Lusa que “um dos setores do acelerador deu uma indicação de vermelho“, pelo que o processo foi interrompido.

A experiência está a ser transmitida em direto e as imagens que chegam da sala do controlo do CERN, perto de Genebra, dão conta de um ambiente relativamente tranquilo.
(Lusa)

»»… ionline

Powered by ScribeFire.

Yoono: Connect to Facebook, MySpace, Twitter, AIM and more


Connect to Facebook, MySpace, Twitter, AIM and more
Extra para o Firefox

All your social networks and instant messaging in one easy to use sidebar. Get all your friend updates, update your status and share stuff easily across Facebook, MySpace, Twitter, and more – all at once! Simplify your online social life.

Yoono is a powerful but easy to use sidebar for Firefox that helps you simplify your online social life by connecting you to Facebook, MySpace, Twitter, LinkedIn, Flickr, Friendfeed, AIM, Yahoo IM and more…all in one place. Yoono is also the easiest way to share stuff with all your social networks – share links, images and video from the page you’re viewing across all your networks simultaneously. Yoono also includes a Discovery widget that helps you discover great new websites, products, and videos and then easily share them with your friends.


http://www.yoono.com/
Instalar extra:https://addons.mozilla.org/pt-PT/firefox/addon/1833?src=api

Powered by ScribeFire.

Dire Straits & Eric Clapton – Sultans of Swing Live

Dire Straits & Eric Clapton – Sultans of Swing Live
Live 1988 at London Wembley on the event of Mandela’s 70th birtday. Dire Straits at their best with help from Eric Clapton!

Mark Knopfler – guitar
Eric Clapton – rythm guitar
John Isley – Bass
Guy Fletcher – Keyboard 
Terry Williams – drumms
Alan Clark – Piano / Keyboard

Powered by ScribeFire.

Office Talk da Microsoft é o novo concorrente do Twitter?


Office Talk da Microsoft é o novo concorrente do Twitter?
Aplicação produzida dentro dos Microsoft Office Labs


A Microsoft vai tentar lançar um concorrente ao Twitter que foi apelidado de Office Talk, mas para já o seu lançamento é privado e em versão beta. A aplicação será muito idêntica ao Yammer, uma plataforma do género do Twitter, e tentará ser o primeiro grande concorrente do famoso site do pássaro azul.

O modelo é semelhante ao utilizado pelo Twitter e o Yammer, promovendo a troca de ideias limitadas a 140 caracteres entre grupos de amigos ou conhecidos. 

Segundo a Microsoft, esta nova aplicação irá permitir que os trabalhadores da empresa participem em discussões relacionadas com a empresa e que possam estar em constante contacto.

Para já este projecto ainda está em fase de experimentação e a Microsoft alerta as empresas que poderão dar ideias ou formas a melhorar o serviço.


http://www.officelabs.com/projects/officetalk/Pages/default.aspx

Powered by ScribeFire.

Google’s Plan to Turn Its Back on China Has Risks

Google’s Plan to Turn Its Back on China Has Risks

SAN FRANCISCO — Google’s move to close its Internet search service in mainland China is a powerful rejection of Beijing’s censorship but also a risky ploy in which Google, a global technology powerhouse, will essentially turn its back on the world’s largest Internet market, with nearly 400 million users.

Little more than two months after threatening to leave the mainland because of censorship and intrusions from hackers, Google closed its Internet search service there Monday. As Google began redirecting tens of millions of mainland Chinese users early Tuesday to its Hong Kong Web site, google.com.hk, parts of the company’s remaining mainland operations quickly came under pressure from Google’s Chinese partners and from the government itself.

Xinhua, the state-controlled news agency quoted an unidentified official with the State Council Information Office on Tuesday who described the move by Google as “totally wrong.”

“Google has violated its written promise it made when entering the Chinese market by stopping filtering its searching service and blaming China in insinuation for alleged hacker attacks,” the official said.

Google’s move to redirect users to Hong Kong, where its operations are uncensored, allowed it to keep its pledge to end censorship while still having a chance to hold on to a share of China’s fast-growing internet search market. […More…]

Ler mais deste artigo

Google deixa de bloquear conteúdos em motor de busca chinês

Google deixa de bloquear conteúdos em motor de busca chinês

A Google anunciou uma solução de compromisso após dois meses e meio de conflito com o governo chinês ao redireccionar os visitantes do seu site chinês para o site de Hong Kong.

A Google anunciou, esta segunda-feira, que que deixou de bloquear conteúdos no seu motor de busca chinês e que vai passar a redireccionar os internautas que visitem o seu site para o site baseado em Hong Kong.

No blog oficial da Google, o director do departamento jurídico da empresa explicou que no site [google.com.hk] «são disponibilizados resultados de pesquisa não censurados em chinês simplificado, especialmente concebidos para os utilizadores no continente chinês».

Depois de dois meses e meio de conflito com as autoridades chinês, a empresa anunciou ainda que mantém na China os departamentos comercial e de engenharia, assegurando uma presença tecnológica no mercado chinês.
»»…TSF

Powered by ScribeFire.

Domínios “.br” chegam aos dois milhões

Domínios “.br” chegam aos dois milhões

A marca de 2 milhões de domínios na internet com o “.br” foi atingida nesta quinta-feira (11/3). O anúncio foi feito pelo Registro.br, um dos serviços do NIC.br (Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR).

O Registro.br é responsável pela coordenação dos registos de nomes de domínio no país. De acordo com Demi Getschko, director-presidente do NIC.br, braço executivo do Comité Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), a evolução dos números é o retrato da Internet nacional.
Mais em…http://www.nic.br/imprensa/clipping/2010/midia208.htm

Powered by ScribeFire.

iPad já vendeu 120 mil unidades, Apple já lucrou 55 milhões de euros

Apple: reservas do iPad já chegaram às 120 mil
Media e Comunicações

A três semanas da entrada oficial no mercado, a Apple já lucrou 55 milhões de euros com o novo aparelho

Ainda sem ter entrado oficialmente no mercado, a Apple já vendeu 120 mil unidades do novo iPad. Como? Nas primeiras 24 horas em que a empresa começou a aceitar reservas, os pedidos não esgotaram o dispositivo, mas revelaram a euforia dos consumidores, revela um estudo da empresa Investor Village, conhecido esta segunda-feira.

São vários os modelos de iPad na competição. Os pedidos da versão mais económica, de 16 GB, e da mais cara, de 64 GB, superaram o modelo de capacidade intermédia (32 GB). O primeiro iPad a posar nas prateleiras das lojas é o mais económico, o Wi-Fi, sem conexão 3G.

«A Apple já conseguiu alcançar lucros de 55 milhões de euros (75 milhões de dólares) de um produto em que 99,9% dos clientes ainda não tocou ou sequer viu.
Agência financeira

Powered by ScribeFire.

Blogger da Google dá mais poder ao utilizador na criação do seu “template”

Google dá mais poder ao utilizador na criação de blogues
Media e Tecnologia
Blogger permite criar e desenhar «template» de raiz. A ideia é que o utilizador possa ter um blogue único

Com uma comunidade de mais de 300 milhões de leitores activos, o blogger do Google conta, a partir desta terça-feira,
com uma nova funcionalidade, o template designer. A ideia é dar ao utilizador a hipótese de criar um blogue único,
informa a empresa em comunicado.

Os 15 mais recentes sistemas de apresentação de arquivos vão contar com mais alguns templates. Para já, os blogues podem ter de uma a três colunas e a Google já disponibilizou uma base de dados com «centenas de imagens profissionais».

A personalização chega também às cores e fontes. Para completar o leque de possibilidades a nova ferramenta possui uma ligação ao iStockphoto, de modo a que os utilizadores possam descarregar fotografias de «alta qualidade».

http://blogger.com/templates
| The Blogger Template Designer allows you to create effectively infinite number of designs templates instead of being restricted to a limited number of rigid designs by making it easy to customize your blogs design, layout, background and much more.

http://www.youtube.com/watch?v=r6haqZoivBQ

Powered by ScribeFire.

Twitter: A nova ferramenta «anywhere» permite visualizar twittes noutros portais e sites

Twitter vai seguir os utilizadores

Nova ferramenta «anywhere» permite visualizar os twittes noutros portais

As mensagens de 140 caracteres vão deixar de ser exclusivas do portal do Twitter. A rede social vai lançar o «Anywhere», uma ferramenta que vai integrar os sites visitados pelos utilizadores, além do Twitter.

Ou seja, quem quer twittar vai poder fazê-lo noutros portais. Para isso, os sites terão de aderir à nova ferramenta: «Em vez de implementar um API, os proprietários do sítio Web só necessitarão de incluir algumas linhas de Javascript no código da página», lê-se no blogue da empresa.

O Twitter passa assim a seguir de perto cada utilizador. «Não tarda nada, muitos dos sites que visitamos todos os dias poderão recrear estas interacções abertas sem que tenham de ir a Twitter.com, proporcionando assim um novo valor ao visitante».

Já há algumas páginas associadas ao «Anywhere»: Amazon, Bing, Yahoo!, YouTube y The New York Times. «Imagina-te a seguir um jornalista (desse jornal) directamente da linha de texto que mostra o seu nome, ou twittar sobre um vídeo sem sair do YouTube», alicia o Twitter no mesmo blogue.

A nova ferramenta do Twitter quer ser um sinónimo de liberdade e inovação na Internet. Quem o assegurou foi o co-fundador do Twitter, Evan Williams, manifestando-se contra as medidas de censura na Web, particularmente na China, segundo conta o jornal «El País».

As mensagens curtas sobre a actualidade passam a estar não só à distância de um clique, como acabam por acompanhar o percurso virtual dos utilizadores, nas páginas que visitarem. Agora, além de poder seguir personalidades, vai ser seguido pelo próprio Twitter.
Fonte: Agência financeira

Powered by ScribeFire.

Twitter alcançou 10 mil milhões de “tweets”

Twitter alcançou 10 mil milhões de “tweets”

A rede social Twitter alcançou hoje à meia-noite os 10 mil milhões de “tweets”, um número que os seus criadores consideravam impensável quando a criaram, revela a agência Europa Press.
Esta quantidade de mensagens de 140 palavras foi alcançada três anos depois de o Twitter ter sido disponibilizado on-line.

Os números estão disponíveis no GigaTweet, um projecto independente que oferece gráficos actualizados hora a hora.

O próprio Twitter monitoriza o seu progresso, tal como indica um “post” publicado em Fevereiro.

“Os utilizadores usaram o Twitter numa média de cinco mil vezes por dia em 2007. Um ano mais tarde aumentou para uma média de 300 mil “tweets” diários e o ano passado subiu para 2,5 milhões por dia. Actualmente, a média é de 50 milhões de “tweets” diários”, lia-se na mensagem

» »…Twitter alcançou 10 mil milhões de “tweets” | SIC Online

Powered by ScribeFire.

Google lançou nova versão beta do navegador Chrome

Google lançou nova versão beta do navegador Chrome
A nova versão disponibiliza funcionalidades que permitem, controlos de privacidade adicionais.

“Além do modo incógnito já disponível no Chrome – uma forma de navegar sem deixar vestígios de Web sites e itens transferidos para o computador – os utilizadores passam, a partir de agora, a poder gerir as configurações de privacidade numa nova secção (configurações de conteúdos) na caixa de opções de privacidade Chrome”, detalha a empresa, em comunicado.

“Nesta versão Beta, os utilizadores podem controlar cookies, imagens, JavaScript, plug-ins, e pop-ups do navegador numa base de Web site por Web site. Um utilizador pode, por exemplo, definir regras de cookies que apenas os autorizam em Web sites da confiança do utilizador e bloqueiam cookies em Web sites nos quais não confiem”, acrescenta a Google.

A caixa de opções do Google Chrome disponibiliza também uma ligação para o gestor das configurações Adobe Flash Player, no qual os utilizadores poderão visualizar e controlar o que o Adobe Flash guarda no computador.

Foi também adicionado um tradutor multilinguístico instantâneo de páginas de Internet sem necessidade de qualquer extensão de navegador ou plug-ins.
»…Jornal de Negócios Online

Powered by ScribeFire.

Google teve sucesso porque simplesmente “acertou à primeira”, diz CEO da Microsoft Steve Ballmer

Google teve sucesso porque simplesmente “acertou à primeira”, diz CEO da Microsoft Steve Ballmer

Internet

Perante o sucesso da Google, uma das mais poderosas empresas do mundo, legiões de peritos tentam dissecar qual é o segredo do seu sucesso. Será o facto de os seus engenheiros terem 20 por cento do seu tempo para trabalharem em projectos pessoais? Será a poderosa máquina que cultiva o bom ambiente de trabalho? O CEO da rival Microsoft, Steve Ballmer, é mais pragmático na resposta: a Google transformou-se no gigante que é hoje porque simplesmente criou um bom produto à primeira, antes dos outros.

“A Google beneficia do facto de ter acertado à primeira”, estimou
Ballmer, admitindo que a sua empresa acabou por se atrasar na produção
de uma tecnologia de buscas madura e prática, apesar de ter lançado o
MSN Search no “longínquo” ano de 1998.

»…PUBLICO

Powered by ScribeFire.

%d bloggers like this: