Farmville da Zynga pode estar de saída da rede Facebook

Farmville da Zynga pode estar de saída da rede Facebook

O jogo de maior sucesso do Facebook, o Farmville, pode estar em vias de sair daquela rede social

A Zynga, produtora responsável pelo jogo de agricultura virtual, está a estudar essa possibilidade, dados os desentendimentos com os gestores do Facebook por causa da introdução da moeda “Creditos Facebook”, que deverão ser lançados no próximo dia 25 de Junho.

A ideia é criar uma especie de dinheiro virtual, uma “moeda” que poderá ser utilizada em todos os jogos e aplicações no Facebook. O que está a geral o impasse é o facto de a rede social querer ficar com 30% do valor de cada transação realizada com o Créditos Facebook.

O blogue de tecnologia TechCrunch e a edição digital da revista britânica Edge, especializada em jogos, asseguram que a relação entre Zynga e o Facebook azedeou depois de anunciada esta novidade.

O CEO da Zynga, Mark Pincus, já terá pedido à sua equipa para se preparar para uma possível ruptura com o Facebook e para o lançamento da sua própria rede de jogos sociais chamada de Zynga Live.

O Farmville, o jogo de “agricultura virtual” possui cerca de 78 milhões de jogadores.
Visao.pt

, , ,

Powered by ScribeFire.

UE diz que alterações no Facebook são «inaceitáveis»

UE diz que alterações no Facebook são «inaceitáveis»

A rede social permite tornar públicos os dados dos perfis dos seus utilizadores

A União Europeia considerou «inaceitáveis» as alterações da rede social Facebook aos seus serviços, que permitem tornar públicos os dados dos perfis dos seus utilizadores.

Os representantes das autoridades encarregadas da protecção de dados nos 27 Estados da UE enviaram na quarta-feira uma carta de protesto aos administradores do Facebook, recordando que os utilizadores dever dar «livremente e sem ambiguidade o seu consentimento» para que os seus dados pessoais sejam publicados.

«O Facebook realizou as alterações apenas alguns dias depois de ter tido uma audição com o grupo de trabalho do artigo 29 [órgão consultivo europeu independente sobre a protecção dos dados] em Novembro de 2009», refere o comunicado citado pela Lusa.

Hugo Chávez contrata 200 pessoas para gerir o seu twitter

Hugo Chávez contrata 200 pessoas para gerir o seu twitter

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, contratou 200 pessoas para ajudá-lo a gerir a sua conta no Twitter.

O líder venezuelano lançou-se no site de micro-blogging na semana passada e já recebeu mais de 50 mil mensagens em apenas nove dias.

A sua conta, @chavezcandanga [http://twitter.com/chavezcandanga] atraiu até hoje cerca de 250.000 seguidores.

“Este trabalho é demais para mim, porque não consigo parar de responder”, disse Hugo Chávez durante um longo discurso na TV.

Segundo o presidente venezuelano, metade das mensagens que recebeu foram de aprovação às suas políticas, enquanto as outras se relacionavam com pedidos de ajuda ou reclamações sobre serviços.

jn.sapo.pt

, , ,

Powered by ScribeFire.

%d bloggers like this: