UE diz que alterações no Facebook são «inaceitáveis»

UE diz que alterações no Facebook são «inaceitáveis»

A rede social permite tornar públicos os dados dos perfis dos seus utilizadores

A União Europeia considerou «inaceitáveis» as alterações da rede social Facebook aos seus serviços, que permitem tornar públicos os dados dos perfis dos seus utilizadores.

Os representantes das autoridades encarregadas da protecção de dados nos 27 Estados da UE enviaram na quarta-feira uma carta de protesto aos administradores do Facebook, recordando que os utilizadores dever dar «livremente e sem ambiguidade o seu consentimento» para que os seus dados pessoais sejam publicados.

«O Facebook realizou as alterações apenas alguns dias depois de ter tido uma audição com o grupo de trabalho do artigo 29 [órgão consultivo europeu independente sobre a protecção dos dados] em Novembro de 2009», refere o comunicado citado pela Lusa.

Sobre CarlAn
*Weblog informativo sobre Doença Inflamatória Intestinal (DII) *Weblog » http://crohnsnews.wordpress.com/ *Weblog » https://800iso.wordpress.com/ *Twitter » http://twitter.com/crohnsnews *Twitter » http://twitter.com/800ISO

One Response to UE diz que alterações no Facebook são «inaceitáveis»

  1. Ana says:

    A verdade que os mais ricos querem esconder

    O governo Lula, iniciado em 2003 em clima de terrorismo por parte dos mais ricos, tem hoje, quase final de seu mandato, um índice de aprovação jamais visto no país: 96% dos brasileiros apontam este governo como regular, bom ou ótimo, sendo que os percentuais mais elevados estão justamente entre bom/ótimo.
    Repare que 4%, somente 4%, não aprovam o governo Lula em hipótese alguma. Não importa se foi o governo que fez cair o número de miseráveis desse país de 28,17%, no final do período FHC, para 15,54% agora. Não importa se foi na administração de um trabalhador sem formação universitária que foram abertas 14 universidades federais, enquanto FHC, o sociólogo que apoia Serra, criou… ZERO universidades federais! Esses 4% de brasileiros, certamente os mais ricos, não se importam com o fato de nos últimos quatro anos o PIB per capita, índice que mede a riqueza de um país e de sua população, ter subido de R$ 4,4 mil para R$ 5,4 mil, ou de a geração de empregos, que na era FHC mal passou dos 5 milhões, tenha ultrapassado os 15 milhões – até agora – na era Lula. Todos esses dados que estou passando aqui de maneira informal são de fontes oficiais e divulgados até pela imprensa que tanto gosta de atacar Lula.
    Mas você sabe por que esses 4% de brasileiros não querem, agora, que a candidata de Lula, a companheira Dilma Rousseff, dê continuidade a esse trabalho? Porque eles não suportam ver pobres dirigindo carros, odeiam ir a supermercados cheios de pobres, têm crise nervosa quando precisam sentar ao lado de um pobre numa viagem de avião. Não gostam de pobres nos bancos das universidades, não gostam de pobres comprando casas e saindo das favelas que acreditam ser o único lugar onde pobre pode morar. Esses 4% ficam irritados diante de pobres com autoestima elevada!
    A nossa resposta a esses 4%, que, aliás, dominam os meios de comunicação e fazem uma guerra suja na mídia contra a Dilma, é mostrar que estão errados; que pobres e ricos podem e devem ter uma convivência harmoniosa e que a renda deve ser distribuída para que nossa sociedade evolua e nosso país se fortaleça. Por isso tudo eu voto em DILMA PARA PRESIDENTE! E convoco você a fazer o mesmo! Em resposta a esses 4% e para O BRASIL SEGUIR MUDANDO

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: